A Prefeitura Municipal de Campestre fez um balanço parcial dos acontecimentos ocorridos no dia de hoje (11) em todo o município. Ao todo, seis casas foram interditadas pela Defesa Civil e cinco famílias, que perderam seus bens, estão sendo assistidas pela Secretaria de Assistência Social em uma das escolas do município.

As famílias receberam roupas, colchoes e cobertores, além de comida, utensílios pessoais e água para se reidratarem. Na zona rural, em especial no Distrito São Sebastião das Posses, a Prefeitura promoveu a mesma assistência, e as famílias envolvidas, que ainda não foram contabilizadas, foram acolhidas no PSF do bairro e vieram para a cidade ficar em um alojamento apropriado.

As famílias envolvidas terão um aluguel social pago pela Prefeitura até que seja providenciada residências seguras.

As limpezas das vias públicas ainda está sendo analisada pelo setor responsável já que as previsões de chuvas para o município ainda são volumosas. Limpeza das casas e terrenos que desabaram já estão sendo feitas gradativamente e com cuidado, já que ainda há o perigo de mais deslizamentos.

O Prefeito Municipal de Campestre, Nivaldo Donizete Muniz, decretou estado de 'Calamidade Pública ' em razão das fortes chuvas, ficou decretado também a mobilização e disponibilização de todos os meios e órgãos municipais para atuarem no sentido da preservação da continuidade dos serviços essenciais.

Em razão do estado das estradas, tanto na zona urbana quanto rural, ficam suspensas as aulas na rede pública municipal até o dia 14 de fevereiro, inclusive sendo prorrogável tal suspensão, se necessário.

Ninguém ficou ferido.